Billy Gibbons fala sobre sua abordagem moderna ao blues

“É um desafio de interpretação”, disse o guitarrista do ZZ Top
Billy Gibbons posando para foto

Nesta semana, o guitarrista do ZZ Top, Billy Gibbons, falou sobre sua relação e abordagem ao blues. Ao ser perguntado sobre sua recente versão de “Rollin’ and Tumblin’”, composta por Muddy Waters, ele respondeu: “Eu pensei que devíamos nos divertir um pouco. Nós estávamos meio que ‘metalizando’ os padrões de blues e, nesse caso, o ritmo é insanamente rápido”.

Em seguida, confira a música citada por Gibbons:

Apenas intérpretes

O líder do ZZ Top continuou a explicação: “Sabe, eu sempre disse que o mais próximo que podemos chegar do blues é ser um intérprete. Particularmente agora, com tantos precursores do gênero que faleceram… Portanto, torna-se um desafio de interpretação”.

Para o guitarrista, a arte permite a pluralidade de abordagens. “Acho que outra palavra que envolve essas interpretações é a de ‘sentir’. Se parece certo, então você está no caminho certo. Não somos exatamente tradicionalistas rigorosos. É mais uma tentativa interpretativa da forma de arte”, afirma.

Leia também: Billy Gibbons: “Atraso do CD do ZZ Top é culpa do produtor”

Nova geração

Questionado sobre os novos nomes do blues, Gibbons destacou Gary Clark Jr. “Nós acabamos fazendo alguns shows juntos… Ele cresceu em Austin e domina uma técnica muito interessante. Quando ele está tocando uma canção de blues, está cercado por aquela coisa chamada sentimento. Ele não é uma aposta – está muito bem estabelecido”.

Quer saber mais sobre a carreira de Billy Gibbons? Então acesse o site oficial do músico.

Curtiu? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email

Deixe o seu comentário

Publicidade

Top 5 da semana

Grátis!

Leia agora, a nova edição da revista Guitarload!

Informação, entrevistas, lançamentos e muito mais!