Paul Gilbert dança com filho em clipe de “Werewolves of Portland”, faixa-título do novo álbum

Filmagem ganhou participação especial de Marlon, de 6 anos, que brincou bastante com o pai

O guitarrista Paul Gilbert, famoso por seus trabalhos com Mr. Big e Racer X, divulgou mais uma música de seu novo álbum solo, “Werewolves of Portland”. Trata-se da faixa-título do disco, que pode ser conferida, com videoclipe, a seguir.

Descontraído, o clipe da música conta com uma participação pra lá de especial: o filho do guitarrista, Marlon, de 6 anos de idade. Em nota, o músico comentou:

“Essa música é, na verdade, composta por duas músicas que juntei. A primeira é baseada em um pequeno trecho de letra: ‘I’ve got to look out for the werewolves… I’ll take a deep breath… ah-woooooooo’ – o que me permite tocar um pouco de slide guitar. A segunda era intitulada ‘Dad Metal’. Tinha riffs de guitarra rápidos e palhetada percussiva. Era bem ‘cheia’, então, fico feliz de poder juntá-la com a parte uivando.”

A respeito do videoclipe, Paul declarou:

“Trouxe a ideia de ‘Dad Metal’ por ter meu filho Marlon tocando guitarra e bateria e dançando comigo. Marlon trouxe muita energia (e travessura) ao vídeo e eu dei o meu melhor para acompanhá-lo. Admito que minhas pernas doeram por duas semanas depois da filmagem. É difícil dançar!”

Assista:

Outros dois singles do trabalho, “Argument About Pie” e “A Thunderous Ovation Shook the Columns”, foram liberados anteriormente para audição. Confira:

Com lançamento marcado para o dia 4 de junho, através do selo The Players Club/Mascot Label Group, “Werewolves of Portland” traz Paul Gilbert assumindo não só a guitarra, como todos os outros instrumentos. Isso mesmo: baixo, bateria e o que mais for necessário. Este é o 16° álbum solo do guitarrista.

Em entrevista à Guitar World, Gilbert destacou que o novo trabalho foi gravado no Opal Studio, em Portland, sua cidade-natal. O próprio guitarrista foi o produtor, contando com o auxílio do engenheiro Kevin Hahn na co-produção.

O músico destacou que utilizou algumas de suas guitarras favoritas na gravação de “Werewolves of Portland”. “Tenho colecionado guitarras Ibanez vintage ultimamente. Comprei alguns modelos das décadas de 1970, 1980 e 1990, como a Ibanez Artist, Roadstar II e Ghostrider. Também comprei e modifiquei uma Epiphone Olympic dos anos 1960”, contou.

Paul Gilbert – “Werewolves of Portland”

1. Hello North Dakota!
2. My Goodness
3. Werewolves of Portland
4. Professorship at The Leningrad Conservatory
5. Argument About Pie
6. Meaningful
7. I Wanna Cry (Even Though I Ain’t Sad)
8. A Thunderous Ovation Shook the Columns
9. Problem-Solving People
10. (You Would Not Be Able to Handle) What I Handle Everyday

Curtiu? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email

Deixe o seu comentário

Publicidade

Top 5 da semana

Grátis!

Leia agora, a nova edição da revista Guitarload!

Informação, entrevistas, lançamentos e muito mais!