Zakk Wylde revela por que só usa escala pentatônica na guitarra

Segundo guitarrista, composições que utilizam a famosa progressão de cinco notas costumam ser mais “sentimentais”
Foto: divulgação

Escalas pentatônicas costumam ser o porto-seguro de todo guitarrista na hora de compor e improvisar. Ainda que seja mais simples e com menos notas, músicos consagrados como Zakk Wylde costumam escrever solos e riffs sempre baseados justamente nas cinco notas da “penta”.

Não faltam exemplos de canções famosas da carreira de Wylde criadas com escala pentatônica. Clássicos como “No More Tears” e “I Don’t Wanna Change The World”, de seus tempos mais áureos como guitarrista do Ozzy Osbourne, utilizam esse recurso.

Mas por que Zakk Wylde só usa escala pentatônica em suas músicas? A resposta veio durante uma entrevista ao podcast The Guitar Villains, com trechos transcritos pela Ultimate Guitar:

“Eu não uso nada além das pentatônicas. Ela é bastante sentimental, então eu me apego sempre a elas.”

Zakk Wylde, escalas pentatônicas e o heavy metal

As escalas mais utilizadas dentro do heavy metal são, tradicionalmente, as do tipo modal e a menor. O uso mais frequente da pentatônica por Zakk Wylde, nesse sentido, chama atenção, pois resgata uma associação do estilo com o blues.

Em uma videoaula hospedada no YouTube, o guitarrista ensina alguns exercícios utilizando sua escala preferida. Veja:

Além de Zakk, outros guitarristas famosos do rock e do metal também costumam compor utilizando a pentatônica. Entre eles, estão Tony Iommi (Black Sabbath), Angus Young (AC/DC) e Slash (Guns N’ Roses).

Texto por Gustavo Maiato
Edição por Igor Miranda

Curtiu? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email

Deixe o seu comentário

Publicidade

Top 5 da semana

Grátis!

Leia agora, a nova edição da revista Guitarload!

Informação, entrevistas, lançamentos e muito mais!