A noite em que Bob Daisley salvou Mick Mars da demissão do Mötley Crüe

Caso aconteceu em 1984, durante turnê em que banda era responsável pela abertura dos shows de Ozzy Osbourne
mick mars demissão

Em uma noite de 1984, o Mötley Crüe estava abrindo uma série de shows para Ozzy Osbourne nos EUA. Foi nessa ocasião que Bob Daisley, então baixista do Madman, conseguiu persuadir os integrantes do Crüe a não demitir o guitarrista Mick Mars.

“Logo após um dos shows da nossa turnê conjunta, o Mick veio até o nosso ônibus para passar um tempo com o Ozzy. Eu acabei indo fazer uma visita lá no ônibus do Mötley Crüe e cheguei bem na hora que estava rolando uma reunião. Eles estavam pensando em demitir o Mick e procurar outro guitarrista e foi aí que pediram minha opinião sobre o assunto”.

A ocasião foi relembrada por Bob Daisley durante entrevista recente para o The Metal Voice, com trechos transcritos pela Blabbermouth. Ao dar sua visão sobre o caso, o baixista do Ozzy explicou para a banda que não fazia sentido querer “consertar algo que não está quebrado”. “Eu disse que eles tinham uma unidade funcional e a demissão iria ferrar com tudo. Disse para eles não demitirem. Então acho que acabei salvando o pescoço do Mick naquela ocasião”, completou.

Mick Mars e o Mötley Crüe

Na mesma conversa durante aquela turnê, Bob Daisley explicou para o pessoal do Mötley Crüe que Mick Mars estava longe de ser um virtuoso da guitarra, mas mesmo assim era “ótimo para a banda”. “Seria como substituir o Ringo Starr pelo John Bonham ou outra pessoa que seja tecnicamente brilhante. No final das contas, eles desistiram da ideia e tudo funcionou bem”, disse.

Curtiu? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email

Deixe o seu comentário

Top 5 da semana

Grátis!

Leia agora, a nova edição da revista Guitarload!

Os conteúdos mais relevantes para os apaixonados por guitarra em um único lugar. Aproveite, é grátis mas por tempo limitado.