Marty Friedman recusou voltar ao Megadeth 

"Seria como dar um grande passo para trás," afirmou
O antigo guitarrista do Megadeth, Marty Friedman, revelou que foi convidado a retornar ao grupo após a saída do guitarrista Chris Broderick. “Seria como dar um grande passo para trás,” afirmou Friedman em entrevista a uma rádio argentina. “é hora de seguir em frente e fazer coisas novas, sem perseguir o passado,” complementou.

Na oportunidade, o músico foi questionado sobre a afirmação do ex-baterista do Megadeth, Nick Menza, que disse que Friedman estava envolvido nas conversas para a reunião da formação que gravou o disco Rust In Peace, de 1990.

“Só porque existe uma vaga na banda não significa que eu tenho de agir como se fosse a minha chance de voltar pro Megadeth. Não há nenhuma razão para que eu faça isso,” decretou Friedman. Apesar da decisão, ele garante que ainda é amigo de David Mustaine e David Ellefson, e que os ama como irmãos.

Enquanto isso, o Megadeth já compôs 15 canções para o próximo disco da banda, que pode ser lançado ainda neste ano. Esse será o primeiro álbum com a participação do guitarrista Kiko Loureiro, que entrou recentemente para a banda.

As informações são do portal Tmdqa.

Curtiu? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email

Deixe o seu comentário

Publicidade

Top 5 da semana

Grátis!

Leia agora, a nova edição da revista Guitarload!

Informação, entrevistas, lançamentos e muito mais!