Mariana: Pearl Jam pede punição aos responsáveis por desastre

A banda disse que doará o cachê a vítimas do desastre
A banda Pearl Jam fez um show histórico na noite desta sexta-feira (20), em Belo Horizonte. No meio do show, o vocalista Eddie Vedder disse que os responsáveis pelo desastre em Mariana, após o rompimento da Barragem de Fundão, devem ser “duramente punidos e cada vez mais punidos”.

O vocalista parou o show e discursou em português contra empresas que exploram o meio ambiente. “Acidentes tiram vidas e destróem rios. E ainda assim eles conseguiram lucrar. Esperamos que eles sejam punidos, duramente punidos e cada vez mais punidos. Para que nunca esqueçam o triste desastre causado por eles”, disse Vedder, sendo ovacionado pelo público de 42 mil pessoas.

Eddie Vedder disse, no palco, que o cachê da banda será doado às vítimas de Mariana. A banda também disse que tem planos de criar um fundo de assistência aos atingidos pelo desastre.

A Prefeitura de Mariana disse que ainda não recebeu contato da banda a respeito desta doação. A Samarco, cujas donas são a Vale e a anglo-australiana BHP, disse que respeita o direito à manifestação.

Logo após o manifesto, a banda tocou “Do the evolution”, uma música que fala da ganância humana pela evolução da espécie. Em uma das estrofes, a letra diz “Esta terra é minha / esta terra é livre / Eu faço o que eu quiser, mas irresponsavelmente / é a evolução, querida”.

O show ainda falou sobre os atentados em Paris, no dia 13 de novembro. Pearl Jam tocou “I want you so hard”, da banda Eagles of Death Metal, que se apresentava na casa de shows Bataclan, um dos alvos dos terroristas na capital francesa.

As informações são do Portal G1

Curtiu? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email

Deixe o seu comentário

Publicidade

Top 5 da semana

Grátis!

Leia agora, a nova edição da revista Guitarload!

Informação, entrevistas, lançamentos e muito mais!