Tosin Abasi tocando uma guitarra Ibanez

Durante uma recente entrevista, o guitarrista do Animals as Leaders, Tosin Abasi, falou sobre o início de sua trajetória musical e fez uma reflexão interessante sobre como os guitarristas de nível avançado esquecem o esforço inicial necessário no aprendizado do instrumento.

“Eu peguei uma guitarra pela primeira vez aos 12 anos de idade. Um amigo estava tendo aulas e havia uma guitarra em sua sala de estar. Eu participava da orquestra da escola, tocava clarinete e sabia ler música, mas fiquei tipo: ‘Oh, uma guitarra! Me mostre alguma coisa’. Então ele tocou ‘One’, do Metallica”, conta.

Publicidade
Musilink – MXL – Fevereiro 1

De acordo com Tosin, foi o exemplo perfeito de uma música que é fácil e difícil ao mesmo tempo. “Porque você pensa: Ok, eu posso fazer isso, mas não agora. Talvez em algumas horas’ (risos)”.

Pequenas conquistas

O guitarrista continuou a explicação: “Então você começa a ter essas vitórias. Tipo: ‘Cara, eu posso fazer um power chord!’. Sabe, há duas semanas sua mão era inútil, mas agora você pode consegue tocar todas as seis cordas. É meio louco. Acho que esquecemos essas coisas, há um tipo de arrogância que surge… Nós passamos tantos anos aprendendo a mecânica básica que agora esquecemos a quantidade real de esforço necessário para conseguir isso”.

Não deixe de ler: Tosin Abasi comenta a técnica de slap na guitarra

Sobre simulações digitais

Em recente declaração, Tosin Abasi se mostrou um defensor dos atuais equipamentos digitais para guitarra.

“Eu acho que agora os processadores são fortes o suficiente para que a maioria dos guitarristas não consiga reconhecer a simulação em um teste cego ao lado do amplificador real”, argumenta.

Deseja acompanhar mais opiniões de Tosin Abasi? Então siga o guitarrista no Twitter.