Marty Friedman segurando uma guitarra Jackson

Durante uma recente entrevista no podcast No Guitar Is Safe, Marty Friedman falou sobre o equipamento que tem utilizado ao vivo, admitindo mais de uma vez que não está familiarizado com questões técnicas sobre sua guitarra e pedais.

“Este é o modelo Jackson Marty Friedman. É uma guitarra maravilhosa. Você deveria tocá-la e então me avisar se é uma guitarra pesada e máscula… É uma guitarra viril, não vou mentir”, diz.

Publicidade

Desconhecimento da parte técnica

Perguntado sobre as cordas, comprimento da escala e captadores, Marty respondeu: “Uso apenas um jogo de cordas normal D’Addario 10-46. E eu nem sei o que é ‘comprimento da escala’… Sobre os captadores, são os EMG Marty Friedman. O legal deles é que não há baterias”.

Neste momento da conversa, o apresentador questiona se a saída dos captadores é alta ou média. “Eu não sei o que isso significa”, responde Marty.

Sobre os pedais

Marty ainda revelou que possui um técnico de som que regula e aciona seus pedais. “Ele comanda tudo. Se eu fosse responsável por isso, seria um acidente… Ele é um ótimo guitarrista, então ele tem a intuição da coisa. Mas eu não não tenho muitos pedais”, afirma. Questionado sobre o delay que usa ao vivo, Marty replica: “Quem não tem um pedal Boss em seu pedalboard?”.

Leia: Marty Friedman: “Não sou fã de música instrumental”

Novo disco

Em outubro,  Marty Friedman lançou um novo álbum ao vivo. Intitulado One Bad M.F. Live!!, o disco, que saiu via Prosthetic Records, foi gravado na Cidade do México no dia 14 de abril de 2018.

“Este álbum traz uma semelhança com os discos ao vivo que me impressionaram quando eu era criança. O conteúdo musical em si é moderno e movido a ‘energia atômica’, mas a apresentação é decididamente old school”, afirmou Friedman em um comunicado de imprensa.

Deseja ficar por dentro de todas as novidades sobre a carreira de Marty Friedman? Então acompanhe o site do músico.