Malmsteen tocando uma Fender Strato

Yngwie Malmsteen recentemente revelou o guitarrista com quem gostaria de dividir o palco. “Eric Clapton seria bom… Ou talvez Eddie Van Halen – eu amo esse cara, mas ele não diz ‘oi’ para mim. Realmente não sei o que ele está fazendo atualmente, então provavelmente seria o Clapton mesmo”, afirma o sueco durante uma conversa com a equipe da Total Guitar.

“Acho que o primeiro tipo de blues que ouvi foi o primeiro álbum do John Mayall & The Bluesbreakers. E o que ele fez depois, com o Cream, também foi muito bom. Eu nunca conheci o Clapton, o que é muito ruim, porque nós dois somos homens de Stratos e Ferraris… Ele sabe das coisas (risos)!”.

Publicidade

Leia: Malmsteen diz que seu álbum de estreia foi a salvação da Fender

Sobre o ego

Na mesma entrevista, Malmsteen também falou sobre sua fama de “egocêntrico”.

“Existem alguns equívocos sobre mim. Acho que algumas pessoas entendem mal o que estou fazendo… Elas acreditam que sou egocêntrico, mas a verdade é que sou uma pessoa muito focada. Minha maneira de criar coisas é diferente dos que fazem rock. Eu não estou em uma banda”, explica.

“Vejo isso mais como um pintor que tranca a porta do quarto e apenas pinta. Eu faço o primeiro plano, faço o segundo plano e enquadro. Então levo para fora e digo: ‘Aqui está o meu quadro!’. Eu não deixo ninguém colocar o pincel perto dele. As pessoas podem pensar que é uma coisa egocêntrica, mas não… É uma coisa de artista. Sou um criador”.

Deseja saber as novidades sobre Yngwie Malmsteen? Então acompanhe o site do guitarrista.