Steve Vai tocando ao vivo

Durante uma conversa com a equipe da Guitarist Magazine, Steve Vai foi convidado a compartilhar suas melhores dicas para obter um bom som ao vivo.

“O que soa bem saindo dos alto-falantes em casa ou no ensaio precisa ser sua prioridade, mas se lembre de que isso muda drasticamente quando você sobe no palco, porque existem muitas variáveis. Coisas como o tamanho da sala, cobertura, material do piso, distância da parede traseira, enfim… Todas essas coisas têm impacto na maneira como as frequências se comportam”.

Publicidade

Leia: Steve Vai inventa uma nova técnica de guitarra 

Monitores

O guitarrista prosseguiu: “Uma de suas maiores variáveis ​​é o sistema de monitor: como você está ouvindo seu instrumento? O som está passando pelos monitores à sua frente ou você está ouvindo o que está vindo de trás? Recomendo para qualquer guitarrista que coloque um gabinete estéreo 2×12 bem à sua frente”.

“Eu não ouço o que está atrás de mim, porque, se estiver muito alto, isso estraga a mixagem. Por outro lado, não importa o quão alta esteja a caixa na minha frente, porque sou só eu quem a ouve”, completa Vai.

Para os dias em que o timbre de guitarra não está bom, o músico aconselha: “Adote esse som como se fosse o que você planejou. Esse é o segredo. A única coisa que pode estragar tudo quando você toca ao vivo é a sua perspectiva. Se você está reclamando em sua cabeça, não está se concentrando em tocar”.

Deseja obter mais informações sobre Steve Vai? Então visite o site oficial do guitarrista.