George Lynch tocando ao vivo

Durante uma aparição no programa online Talking Shred, George Lynch não poupou elogios aos guitarristas do Instagram, explicando como eles o deixaram incerto sobre o lançamento de um disco instrumental.

Questionado se ele lançaria um álbum “shred“, o guitarrista do Dokken respondeu: “Absolutamente. Eu me sinto um pouco apreensivo por causa dos guitarristas insanos que estão dificultando o desempenho de caras velhos como eu”.

Publicidade

Ele continua: “Eu olho para esses caras do Instagram e minha mente ‘explode’ todos os dias. É algo muito bonito, porque eles não estão apenas ‘fritando’…  Eles fazem isso, mas também estão voltando ao bebop, jazz, coisas de Wes Montgomery e de Joe Pass”.

Não deixe de ler: George Lynch: “faço o que sempre fiz”

Possibilidades esgotadas?

Ainda sobre o alto nível dos músicos da atualidade, o guitarrista Pete Townshend recentemente afirmou:

“A guitarra pode estar perdendo terreno, mas, em parte, é porque, se você passar uma hora no Instagram ou no YouTube, rapidamente descobrirá pessoas desconhecidas tocando da mesma maneira que um grande violinista de orquestra, como Yehudi Menuhin”.

“São virtuosos do mais alto nível. Eles podem fritar como Eddie Van Halen ou tocar jazz como John McLaughlin. Eles literalmente esgotaram as possibilidades do instrumento”, disse.