Foto: divulgação

Já foi divulgado, há algumas semanas, que o novo álbum de Ozzy Osbourne, “Ordinary Man”, não contará com Zakk Wylde na guitarra. O músico retornou à banda do Madman em 2017, para sua segunda turnê de despedida, “No More Tours 2”, mas as gravações em estúdio, no que diz respeito às 6 cordas, foram feitas pelo também produtor Andrew Watt.

Apesar da mudança em estúdio, Zakk Wylde continua escalado para os próximos shows de Ozzy Osbourne. Após problemas de saúde que geraram cancelamentos de apresentações em 2019, o Madman retorna em 2020 para cumprir as datas anteriormente marcadas.

Em entrevista ao jornalista Mitch Lafon, transcrita pelo Loudwire, Zakk Wylde foi perguntado sobre o assunto e respondeu: “Os planos são sair em turnê com o chefe”. Ele acrescentou que está empolgado por “voltar a excursionar com Oz” em 2020.

Ao comentar o novo álbum, Wylde disse: “Acho que saiu de uma ótima forma. Acho que soa incrível”, elogiando o trabalho feito por Andrew Watt, o baixista Duff McKagan e o baterista Chad Smith.

Clique aqui e ouça “Straight To Hell”, uma das músicas já divulgadas de “Ordinary Man” (e com solo de Slash, do Guns N’ Roses).

Anteriormente, Wylde já havia falado sobre sua ausência de “Ordinary Man”. Tudo indica que Ozzy Osbourne resolveu gravar o álbum de uma hora para outra, durante sua recuperação dos problemas de saúde, e Wylde não estava disponível, devido ao seu envolvimento com o Black Label Society e a banda-tributo Zakk Sabbath.

“Não fizemos nada para isso”, disse Wylde em entrevista anterior. “Ozz apenas tocou com alguns amigos que conhece. Ele me disse ‘ei Zakk, acabei gravando algumas coisas’ e eu falei ‘legal'”, completou.

Em material de divulgação de “Ordinary Man”, Ozzy detalhou o processo: “Tudo começou quando Kelly (Osbourne, filha de Ozzy) chegou e perguntou se eu queria participar de uma música de Post Malone. Reagi: ‘quem diabos é Post Malone?’. Fui à casa de Andrew e ele falou que seria bem rápido. Após isso, ele perguntou se eu queria fazer um novo álbum. Eu disse que seria ótimo, mas na época, não estava querendo ficar trabalhando em estúdio por 6 meses. Porém, rapidamente, fizemos o disco”.

Ouça “Take What You Want”, música com Post Malone:

O baixista Blasko e o baterista Tommy Clufetos também não participaram do álbum por, provavelmente, estarem trabalhando em outros projetos. Por isso, Andrew Watt assumiu as guitarras e Duff McKagan e Chad Smith foram convidados como músicos de estúdio, sem envolvimento com os shows.