Reba Meyers, do Code Orange: a 1ª mulher a ter uma guitarra signature da ESP

Foto: reprodução / YouTube

Reba Meyers é guitarrista do Code Orange, uma das bandas de maior destaque no metalcore atualmente. A musicista ainda quebrou barreiras a ser a primeira mulher a ter uma guitarra signature da ESP, uma das grandes fabricantes do instrumento no mundo.

O modelo em questão é a ESP LTD RM-600, com corpo em mogno, braço em maple de 3 peças, fingerboard em ébano de macassar construído em raio de 350mm e 24 trastes extrajumbo. A guitarra traz apenas um captador: o potente EMG 81, junto de um kill switch EMG TKO.

Em entrevista à Guitar World, Reba Meyers falou sobre a chance de “fazer história” com a ESP. “Sei que há muitas mulheres que tocam mais do que eu! Espero que isso inspire outras guitarristas que tenham confiança no que fazem, mesmo que a guitarra não seja do tipo convencional para shredding”, afirmou.

A musicista fica feliz em representar “toda guitarrista mulher e todo guitarrista que não siga um padrão”. “Quando você nasce do punk, como eu, você não toca da forma convencional. Sou autodidata, aprendi a tocar com base no que via na minha cidade. Hoje, todos podem ver como tocar no YouTube, mas eu não tinha isso: tinha que montar uma colcha de retalhos do que aprendia de outros músicos”, disse.

Reba Meyers sempre usou modelos ESP, mas ficou surpresa quando recebeu o convite para fazer a guitarra signature com a empresa. “Comecei a brincar com os desenhos. Sempre quis ter uma guitarra com headstock reverso, mas eu amo a Viper, então testamos para ver como ficava e achei animal. Não havia um plano, o que foi até melhor”, afirmou.

A captação EMG 81 é descrita como “clássica” por ela. “Sempre testei coisas diferentes, mas com esse, não dá para errar. Quem comprar essa guitarra, vai amar o som do captador. É perfeito para esse estilo musical”, disse.

Até o peso do instrumento deixou a musicista contente. “Queria que ela ficasse mais pesada, pois eu estava acostumada com minha LTD do início dos anos 2000, mas eles tinha uma forma na fábrica de fazer o acabamento com saran wrap, com uma técnica especial. Fiquei muito satisfeita”, afirmou.

Reba Meyers é guitarrista do Code Orange, uma das bandas de maior destaque no metalcore atualmente. A musicista ainda quebrou barreiras a ser a primeira mulher a ter uma guitarra signature da ESP, uma das grandes fabricantes do instrumento no mundo.

O modelo em questão é a ESP LTD RM-600, com corpo em mogno, braço em maple de 3 peças, fingerboard em ébano de macassar construído em raio de 350mm e 24 trastes extrajumbo. A guitarra traz apenas um captador: o potente EMG 81, junto de um kill switch EMG TKO.

Em entrevista à Guitar World, Reba Meyers falou sobre a chance de “fazer história” com a ESP. “Sei que há muitas mulheres que tocam mais do que eu! Espero que isso inspire outras guitarristas que tenham confiança no que fazem, mesmo que a guitarra não seja do tipo convencional para shredding”, afirmou.

A musicista fica feliz em representar “toda guitarrista mulher e todo guitarrista que não siga um padrão”. “Quando você nasce do punk, como eu, você não toca da forma convencional. Sou autodidata, aprendi a tocar com base no que via na minha cidade. Hoje, todos podem ver como tocar no YouTube, mas eu não tinha isso: tinha que montar uma colcha de retalhos do que aprendia de outros músicos”, disse.

Reba Meyers sempre usou modelos ESP, mas ficou surpresa quando recebeu o convite para fazer a guitarra signature com a empresa. “Comecei a brincar com os desenhos. Sempre quis ter uma guitarra com headstock reverso, mas eu amo a Viper, então testamos para ver como ficava e achei animal. Não havia um plano, o que foi até melhor”, afirmou.

A captação EMG 81 é descrita como “clássica” por ela. “Sempre testei coisas diferentes, mas com esse, não dá para errar. Quem comprar essa guitarra, vai amar o som do captador. É perfeito para esse estilo musical”, disse.

Até o peso do instrumento deixou a musicista contente. “Queria que ela ficasse mais pesada, pois eu estava acostumada com minha LTD do início dos anos 2000, mas eles tinha uma forma na fábrica de fazer o acabamento com saran wrap, com uma técnica especial. Fiquei muito satisfeita”, afirmou.

Veja Reba Meyers apresentando a ESP LTD RM-600:

Curtiu? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email

Deixe o seu comentário

Publicidade

Top 5 da semana

Grátis!

Leia agora, a nova edição da revista Guitarload!

Informação, entrevistas, lançamentos e muito mais!