Marty Friedman: a importância de ter bom vibrato na guitarra e uma dica para melhorar

O vibrato na guitarra consiste, basicamente, em fazer movimentos cíclicos ao reproduzir uma nota, girando o pulso para orientar o movimento do dedo.
Foto: divulgação

O vibrato na guitarra é uma das técnicas mais usadas dentro de diversos estilos. Consiste, basicamente, em fazer movimentos cíclicos ao reproduzir uma nota, girando o pulso de modo que o dedo realize tal alteração sonora.

Apesar de ser chamado de ‘vibrato de dedo’ por alguns músicos, o vibrato na guitarra acaba mobilizando a mão inteira e, por vezes, todo o antebraço. A sonoridade é bela, mas para se obter precisão na técnica, é necessário ter muita prática e atentar-se às formas corretas de reproduzir.

Em recente sessão de perguntas e respostas na internet, o guitarrista Marty Friedman, conhecido por trabalhos com o Megadeth e Cacophony, falou sobre a importância de se ter um bom vibrato na guitarra. O músico destacou que é preciso “coragem” para realmente vibrar o pulso para atingir o movimento correto.

“Não lembro de ter parado para trabalhar no vibrato na guitarra. Isso vem naturalmente quando você vai tocando. Diziam para eu ‘chacoalhar’ a corda e eu fazia. Quando você é um jovem músico, se você toca vários covers – como todo músico deve fazer -, você vai percebendo com o tempo se está afinado, se está tudo certo, e seu ouvido se desenvolve”, disse Friedman, inicialmente.

O guitarrista comentou em seguida: “Assim que seus dedos começam a funcionar bem, você ganha mais coragem para balançar a corda. Não lembro de ter trabalhado especificamente nessa técnica, então não posso dizer qual técnica específica deve ser usada, – o que é um conselho ruim, já que há vários professores que podem aconselhar melhor nesse sentido”.

Dica de Marty Friedman para evoluir o vibrato na guitarra

Por fim, Marty Friedman oferece sua própria dica. “Você deve desenvolver certa habilidade para fazer isso, mas posso sugerir que você copie o vibrato de outro instrumento, ou especialmente de algum vocalista, nota por nota. Você vai analisar com seu cérebro e o ouvido, tentando encontrar cada curva na voz desse cantor que escolher, e copiar isso”, disse.

O músico reconhece que é “desafiador”, mas foi algo que ele tentou fazer no passado e deu certo. “Você só deve tentar isso se já estiver com alguma experiência na guitarra, já tocando há mais de um ano, para que seus dedos acompanhem”, afirmou.

No vídeo abaixo, gravado há alguns anos, Marty Friedman ensina um pouco mais sobre vibrato na guitarra, além de bends. Confira (em inglês, sem legendas):

Curtiu? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email

Deixe o seu comentário

Publicidade

Top 5 da semana

Grátis!

Leia agora, a nova edição da revista Guitarload!

Informação, entrevistas, lançamentos e muito mais!