Foto: divulgação

Jimmy Page, o lendário guitarrista do Led Zeppelin, não tem trabalhado tanto na música nos últimos anos. Todavia, essa situação pode mudar porque, durante a pandemia do novo coronavírus, ele se reconectou ao instrumento que o tornou tão famoso.

Em entrevista à ‘Classic Rock’, Page disse que ainda não está disposto a se aposentar da música, mesmo no alto de seus 76 anos. “Nunca deixo de fazer alguma coisa. Nunca deixo de fazer algo que surpreenda as pessoas. Fiz um projeto de spoken-word (‘Catalyst) com minha namorada (a poetisa Scarlett Sabet) e ninguém esperava isso de mim, foi incrível”, afirmou.

Com relação à música, o guitarrista disse que “sempre tem ideias”. “O dia em que eu acordar e não tiver ideias do que fazer e como fazer, será um dia muito triste. E acho que esse dia está um tanto distante”, declarou.

A pandemia do novo coronavírus trouxe um ponto positivo para Jimmy Page, que voltou a tocar guitarra após distanciar-se do instrumento. “Eu reclamava, antes de termos que nos trancar em casa, de não ter tempo para tocar guitarra. Agora, pude falar: ‘é isso, agora você pode tocar todos os dias’. Tive a oportunidade de me reconectar propriamente com a guitarra”, disse.

Apesar disso, ainda não há previsão de nenhum projeto de Page relacionado à música. O guitarrista vem prometendo um álbum solo há alguns anos, mas o disco nunca foi feito. Ele tem dito, agora, que planeja trabalhar em uma autobiografia, também sem data prevista para ser lançada.