Os pedais e amplificadores usados pelo Nirvana em ‘Nevermind’ (e o segredo daquele som)

Quais pedais e amplificadores o Nirvana usou em 'Nevermind', seu álbum mais famoso, lançado em 1991? O produtor Butch Vig, que também é baterista do Garbage, respondeu a essas dúvidas em recente entrevista.
Foto: divulgação

Quais pedais e amplificadores o Nirvana usou em ‘Nevermind’, seu álbum mais famoso, lançado em 1991? O produtor Butch Vig, que também é baterista do Garbage, respondeu a essas dúvidas em recente entrevista à ‘Guitar Magazine‘.

Durante o bate-papo, Vig revelou que os equipamentos usados pelo Nirvana em estúdio eram relativamente simples. Boa parte da sonoridade distorcida da banda liderada por Kurt Cobain vinha dos amplificadores.

“Lembrei de ter lido algo sobre uma música dos Beatles, acho que ‘Helter Skelter’, onde John Lennon falou que só ligou a guitarra direto em um preamp – não havia amplificador de verdade – e colocou o ganho no alto, tirando aquele som áspero. Eu fazia isso em meu estúdio e sugeri para algumas músicas do Nirvana (‘Breed’ e ‘Territorial Pissings’).”

Os amplificadores em ‘Nevermind’

De acordo com Butch Vig, o vocalista e guitarrista Kurt Cobain tinha um Mesa/Boogie, de modelo não especificado, adotado para os timbres mais pesados. Já para as passagens limpas, Cobain utilizou um Vox AC30. Havia, ainda, um Fender Bassman para as guitarras.

“Tínhamos um Fender Bassman que era usado no estúdio o tempo todo. Um dos engenheiros de som, Doug Wilson, modificou o amplificador. Não sei o que ele fez, mas ficou com o timbre mais pesado e certeiro.”

Os pedais usados pelo Nirvana

Como boa parte do timbre de guitarra vinha dos amplificadores, não era necessário usar tantos pedais. Butch Vig destacou que Kurt Cobain trouxe apenas alguns efeitos.

“Kurt tinha um Big Muff (Electro-Harmonix). E acho que eu tinha um Russian Big Muff, que é bem próximo. Ele também tinha um RAT e um Small Clone, sendo que este trazia aquele efeito aquoso nos versos de ‘Smells Like Teen Spirit’ e em ‘Come As You Are’. Foi isso, bem simples.”

Curtiu? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email

Deixe o seu comentário

Publicidade

Top 5 da semana

Grátis!

Leia agora, a nova edição da revista Guitarload!

Informação, entrevistas, lançamentos e muito mais!