Foto: reprodução / YouTube

O guitarrista Joe Bonamassa expressou sua admiração pelas lojas de instrumentos musicais em espaços físicos em entrevista ao Music Radar. Na opinião dele, os músicos e a população em geral devem apoiar esse tipo de estabelecimento, mesmo que os preços sejam mais altos do que na internet.

O assunto veio à tona após o entrevistador mencionar que Joe Bonamassa passou algum tempo divulgando lojas de instrumentos no Instagram. A ideia do guitarrista era, justamente, promover esses comércios locais e independentes das grandes redes varejistas.

“Foi como me sentar na estrada da minha memória, escolhendo lojas para divulgar. Aquela coisa de tijolo e argamassa é, para mim, a cultura da sociedade. Não importa de onde você é. São as lojinhas administradas por mães e pais que colocam o coração naquilo que acreditam.”

Joe Bonamassa e o problema com as lojas online

Na opinião de Bonamassa, as lojas virtuais não oferecem uma boa experiência em comparação às físicas, que você pode visitar e até testar os instrumentos.

“Parece tudo igual na loja online! Não é uma experiência tridimensional. As pessoas dizem que é mais fácil de pedir na loja online, mas você está matando o Ted, comerciante que vende a mesma coisa na loja dele perto da sua casa. Talvez seja 5 dólares mais caro, porém, se você tem 5 dólares a mais e gosta de sua cidade, da paisagem e da cultura de sua cidade, apoie o Ted! Vale a pena.”

O entrevistador, então, cita que muitos músicos podem desperdiçar dinheiro ao comprar instrumentos e equipamentos sem testar antes. Joe Bonamassa, então, complementou:

“É isso. Eu entendo que muitos conseguem vender vários pedais, guitarras e amplificadores com base em vídeos de Instagram, de um ou dois minutos. E está tudo bem. Mas várias pessoas não percebem que o cara que gravou a demo é um cara muito bom. Ele soa da mesma forma em qualquer equipamento!”