Chick Corea, lendário pianista de jazz fusion, morre aos 79 anos

Morreu o gigante pianista Chick Corea. O músico, citado como um dos maiores da história do jazz e um dos pioneiros do fusion, nos deixou na última terça-feira (9), aos 79 anos de idade, conforme revelado por um comunicado oficial.

Morreu o gigante pianista Chick Corea. O músico, citado como um dos maiores da história do jazz e um dos pioneiros do fusion, nos deixou na última terça-feira (9), aos 79 anos de idade, conforme revelado por um comunicado oficial.

O texto, divulgado apenas nesta quinta-feira (11), aponta que Chick Corea não resistiu a um câncer raro, em região do corpo não especificada. Ele descobriu o tumor apenas recentemente.

“É com grande tristeza que anunciamos que no dia 9 de fevereiro, Chick Corea nos deixou, aos 79 anos, devido a uma forma rara de câncer que só foi descoberta muito recentemente”, diz o comunicado.

O próprio Chick Corea deixou agumas palavras escritas caso o pior acontecesse. Leia:

“Quero agradecer a todos aqueles ao longo da minha jornada que ajudaram a manter o fogo da música aceso. Espero que aqueles que têm a idéia de tocar, compor, performar ou trabalhar de outra forma o façam. Se não por você, então pelo resto de nós. O mundo não precisa apenas de mais artistas, mas também de muita diversão. E para meus incríveis amigos músicos, que são como uma família para mim desde que eu os conheço: foi uma bênção e uma honra aprender e tocar com todos vocês. Minha missão sempre foi levar a alegria de criar em qualquer lugar que eu pudesse. Ter feito isso com todos os artistas que eu admiro tanto tem sido a riqueza da minha vida.”

Nascido em Chelsea, Massachusetts, nos Estados Unidos, Chick Corea teve uma carreira que durou quase 60 anos ao todo. O pianista tocou com nomes do porte de Miles Davis, Stan Getz, Stanley Clarke, Al Di Meola, Blue Mitchell e Herbie Mann, entre tantos outros, além de ter lançado vários álbuns solo e criado a banda Return to Forever.

Tanto com Miles Davis quanto com o Return to Forever, Corea se notabilizou pelo pioneirismo com o fusion, gênero que mistura jazz com rock, R&B, funk, música latina, entre outras ramificações. Ele seguiu ativo na música até seus últimos tempos – seu álbum mais recente, “Plays”, foi lançado em 2020.

Curtiu? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email

Deixe o seu comentário

Publicidade

Top 5 da semana

Grátis!

Leia agora, a nova edição da revista Guitarload!

Os conteúdos mais relevantes para os apaixonados por guitarra em um único lugar. Aproveite, é grátis mas por tempo limitado.