Foto: Ernie Ball / divulgação

John Myung é um dos baixistas mais técnicos e habilidosos em atividade no mundo. O músico faz parte do Dream Theater, uma banda que aposta justamente no domínio dos instrumentos para compor suas músicas.

Ao mesmo tempo, Myung é bastante tímido e recluso, raramente dando entrevistas. Em uma rara ocasião, ele decidiu conversar com a revista americana “Bass Player” e deu uma dica que vale não só para baixistas, como também para músicos de qualquer instrumento.

#Publi[pro_ad_display_adzone id="21481"]

John Myung e o aprendizado

Um dos grandes conselhos de John Myung é enxergar “qualquer coisa” como um professor em potencial. “Tudo é um possível professor. Cada música, cada álbum, cada músico, qualquer pessoa que trabalha em qualquer área é um professor em potencial. Depende de você estar aberto o bastante para ver dessa forma. Acredito que se uma pessoa tem tempo, ela pode aprender qualquer coisa”, disse.

O baixista destacou que “aprender não é um lugar caro e intangível de se estar”. “Ensinar algo a alguém não custa nada. Tem mais ou menos a ver com ter tempo o suficiente para sentar e ver o que você está fazendo, e fazer isso de forma persistente. Esse é o grande desafio”, declarou.

Myung apontou, ainda, que a perseverança sempre traz resultados, então, músicos – e pessoas de outros segmentos também – nunca devem desistir de seus sonhos. “Perseverança compensa e esse conselho se aplica a qualquer trabalho, seja você um músico, um astronauta ou um cirurgião”, disse.

Na visão do baixista, a pessoa pode ter “as melhores ideias e intenções”, mas que é necessário ter persistência em seu objetivo. “Há dias em que você não pode dedicar seu tempo, assim como há outros dias em que você está empenhado em dedicar seu tempo. Mesmo em uma situação desse tipo, foque em ter hábito diário de investir tempo naquilo. Acho que é a coisa mais importante”, concluiu.