A reação de Dave Mustaine ao ouvir o solo de “Tornado of Souls” pela primeira vez

Líder do Megadeth ficou impressionado com complexidade do trabalho de Marty Friedman
Foto: reprodução / Facebook

Dave Mustaine, fundador do Megadeth, teve uma reação inusitada quando ouviu pela primeira vez o solo de Marty Friedman no clássico “Tornado of Souls”. A música está presente no álbum “Rust In Peace” (1990), primeiro trabalho do guitarrista no Megadeth.

Conforme publicado pelo site Songfacts, o exigente líder da banda ficou impressionado com a complexidade do solo. Na época, Friedman estava gravando seu primeiro disco com a banda – e ainda não sabia se estava garantido no cargo.

Ele relembra o episódio: “Quando terminei de gravar o solo, chamei o Mustaine no meu estúdio. Ele ouviu uma vez, depois se virou. Então, sem falar uma só palavra, ele simplesmente apertou minha mão. Foi naquele momento que eu realmente percebi que era de fato o guitarrista da banda”.

Megadeth, Marty Friedman e o solo de “Tornado of Souls”

Composta por Dave Mustaine e pelo baixista David Ellefson, a música “Tornado of Souls” possui uma das linhas de guitarra mais marcantes de Marty Friedman no Megadeth. O então novo integrante da banda conseguiu imprimir personalidade e feeling em um verdadeiro desfile de técnica.

Outro solo de Marty Friedman, dessa vez na música “Hangar 18”, do mesmo disco, acabou ficando em 21º lugar na lista dos 50 maiores solos de todos os tempos da revista Guitar World.

Texto por Gustavo Maiato
Edição por Igor Miranda

Curtiu? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email

Deixe o seu comentário

Publicidade

Top 5 da semana

Grátis!

Leia agora, a nova edição da revista Guitarload!

Informação, entrevistas, lançamentos e muito mais!