Marty Friedman conta por que segura a palheta de forma tão estranha

Ao tocar com pulso dobrado, músico evitaria abafar cordas acidentalmente durante solos

O guitarrista Marty Friedman chama atenção por conseguir soar preciso e técnico mesmo com uma maneira nada convencional de segurar a palheta, com o pulso dobrado para baixo. Qual seria o motivo dessa postura estranha?

Em entrevista ao canal da youtuber Kylie Olsson, com trechos transcritos pelo Ultimate Guitar, o ex-integrante do Megadeth contou que a ideia é evitar que sua mão acidentalmente abafe as cordas durante os solos. Fim do mistério!

Ainda que não saiba como começou a palhetar dessa maneira, Friedman explicou que adotou esse estilo desde o início de seus estudos na guitarra. “Tem um vídeo da época da escola onde eu já tocava assim. Ninguém me disse para eu usar a palheta daquela forma, simplesmente aconteceu”, afirmou.

O músico disse que não sabe como tomou a “subliminar decisão” de palhetar dessa forma. Friedman explicou que “inconscientemente” suas mãos começaram a se afastar das cordas, prevenindo um palm mute indesejado.

Marty Friedman e a forma de segurar a palheta

Em outro momento da entrevista, Marty Friedman afirmou que não vê problema em abafar as cordas durante riffs mais rítmicos. A presença de palm mute durante solos, entretanto, desagrada o ex-guitarrista do Megadeth.

“Ao abafar as melodias na hora do solo, as notas acabam se perdendo. Com essa minha palhetada, minha mão fica o mais distante possível das cordas. As notas soam inteiras e ricas, então foi uma decisão meio que subliminar, não foi planejado”, disse.

Texto por Gustavo Maiato
Edição por Igor Miranda

Curtiu? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email

Deixe o seu comentário

Publicidade

Top 5 da semana

Grátis!

Leia agora, a nova edição da revista Guitarload!

Informação, entrevistas, lançamentos e muito mais!