Tom Morello diz que suas músicas sobre política são como “Cavalos de Troia”

Guitarrista famoso por suas críticas políticas e sociais concedeu entrevista para a Guitarload e refletiu sobre assunto polêmico
tom morello

Tom Morello, do Rage Against The Machine, é famoso por ser um dos mais ativos músicos no que diz respeito a críticas sociais e políticas. Em entrevista para a Guitarload, o guitarrista explicou sua visão sobre essa relação entre os universos da política e da música.

“A música é tão cativante que você pode adorá-la sem saber o que a letra diz. Você pode concordar com a ideia da letra, pode pensar naquilo e ver o que acha, pode até ignorar, mas a música é tão f*oda que você foi abraçado por aquilo e precisa lidar com ela de alguma forma ou de outra. Se você pegar uma palestra sobre política e colocar batida, não vai soar tão cativante. Mas se você cria um bom rock and roll com conteúdo, é como um Cavalo de Troia. Isso sim é convincente”, explicou.

Tom Morelo e política

Em outro trecho, Tom Morelo aproveitou para explicar que entende que o Rage Against The Machine tem fãs que vão “além do espectro político”. “As pessoas podem encontrar desculpas para dizer que não entendem o significado das letras, mas não tenho problema com isso. Acredito que isso ilustra o poder da música. O Rage Against tem fãs que vão além do espectro da música”, refletiu.

Curtiu? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email

Deixe o seu comentário

Top 5 da semana

Grátis!

Leia agora, a nova edição da revista Guitarload!

Os conteúdos mais relevantes para os apaixonados por guitarra em um único lugar. Aproveite, é grátis mas por tempo limitado.