Grátis!

Leia agora a nova edição da Guitarload

A edição ficará disponível gratuitamente até o contador abaixo zerar. Aproveite!

Dias
Horas
Min.
Seg.

Editorial

O verde e o amarelo são as cores que a gente pinta no coração e em mais uma edição da GUITARLOAD. Além da paixão por tocar guitarra e pela fluência de cada um no instrumento, o que coloca os três entrevistados do mês num mesmo barco é, sim — e não obstante os caminhos trilhados por cada um —, o país onde nasceram. Na matéria de capa, o jovem e já gigante Luís Kalil traz novidades: banda nova com disco novo e, pasmem, o lançamento de um curso no qual promete ensinar uma técnica que ele mesmo desenvolveu. Radicado nos Estados Unidos há alguns anos, o músico tece comentários acerca da realidade lá e aqui e compartilha um pouco da sabedoria que adquiriu por meio de uma rotina de estudos e trabalho incansável. Incansável também é o baiano Eric Assmar, que na esteira de anos movimentados — e da morte repentina do pai, o lendário bluesman Álvaro Assmar —, compôs e gravou seu trabalho mais completo. Intitulado “Home”, o álbum foi o primeiro não gravado ao vivo em estúdio, o que permitiu a Eric uma lapidação diferencial. Nas letras, a mensagem é simples: não há lugar como o nosso lar — no sentido mais amplo que a definição possa permitir. E a mensagem, embora envolta em técnicas refinadas, é o que distingue “Ohana”, de Luiz Oliveira, disco no qual cada música é uma pequena homenagem a algum familiar. Na entrevista, o músico de Santos (SP) ainda versa sobre o caráter empreendedor que o levou a abrir uma escola de música e revelou planos ambiciosos para cair na estrada.

Cadastre-se para ler gratuitamente!