Como o Korn passou a usar guitarra de 7 cordas e mudou a cara da música pesada

O Korn foi uma das maiores bandas de metal a surgir na década de 1990. A sonoridade pesada do grupo, que estourou em vendas no mundo todo, passava muito pelo uso de guitarra de 7 cordas, tanto por Brian "Head" Welch quanto por James "Munky" Shaffer, os responsáveis pelo instrumento na formação.
Foto: Mick Hutson / divulgação

O Korn foi uma das maiores bandas de metal a surgir na década de 1990. A sonoridade pesada do grupo, que estourou em vendas no mundo todo, passava muito pelo uso de guitarra de 7 cordas, tanto por Brian “Head” Welch quanto por James “Munky” Shaffer, os responsáveis pelo instrumento na formação.

Em entrevista ao Ultimate Guitar, Brian “Head” Welch contou como o Korn passou a usar guitarra de 7 cordas. Segundo ele, a ideia veio de seu colega de banda, “Munky”, que ralou bastante para conseguir um modelo com a corda adicional mais grave.

“Não sabíamos que a guitarra de 7 cordas era algo a ser revivido”, contou Head, inicialmente, após o entrevistador citar que Steve Vai creditou o Korn como o responsável pelo “renascimento” da categoria de instrumento em questão.

“Dou todo o crédito a Munky, que se apaixonou por uma guitarra de 7 cordas quando tinha 19 anos de idade. Ele trabalhava e economizava dinheiro para comprar uma. Ele ia na loja de instrumentos todo dia para tocar um pouco até ter dinheiro para comprar.”

Head relembrou que usava uma das guitarras de 7 cordas de Munky enquanto não conseguia comprar uma própria. Nascia, assim, o Korn.

“Quando começamos o Korn, eu comprei uma de 7 cordas, mas antes o Munky me deixava usar uma das guitarras dele até que eu comprasse a minha. Começamos a compor tudo usando essas guitarras. Acho que Steve Vai falou que estavam pensando em parar de fabricar guitarra de 7 cordas, mas tudo mudou depois do primeiro álbum do Korn. Vieram outros artistas usando, como o Meshuggah e o Stephen Carpenter do Deftones, que deve estar usando uma de 9 cordas hoje em dia.”

O elogio de Steve Vai ao Korn

Em junho deste ano, também ao Ultimate Guitar, Steve Vai comentou que a Ibanez produziu a UV7, seu primeiro modelo 7 cordas, para que o guitarrista usasse em seus trabalhos solo. Porém, demorou algum tempo até que o instrumento ficasse famoso.

“Muitos guitarristas jovens na época, ainda desconhecidos, ouviam o que eu fazia. Alguns gostavam do que eu fazia com a guitarra de 7 cordas, não necessariamente do jeito que eu a tocava. Eles entenderam o conceito e foram além do que eu fazia.”

Ele completou:

“Mesmo quando não estava vendendo, eu falava para a Ibanez mantê-las no mercado. Um dia, estou andando de carro e vem uma música no rádio que me faz perguntar: ‘que diabos é isso?’. Até parei o carro. A música soava tão pesada. Eu sabia que era uma guitarra de 7 cordas e que alguém fazia algo muito diferente do que eu estava apresentando. Essa banda era o Korn. […] Eu fiz parte disso, mas foram necessárias muitas pessoas para chegar ao nível em que está hoje.”

Brian “Head” Welch soube do elogio de Steve Vai ao Korn e comentou:

“Essa é a história mais legal de todas! O Brian Welch de 12 anos fica encantado com isso. É um sonho saber que Steve Vai parou o carro por ter ouvido Korn e reconhecido a guitarra de 7 cordas. Steve Vai é o maior ídolo do Munky. Eu também adorava, mas curtia mais o George Lynch (Dokken) e de Yngwie Malmsteen. É muito legal fazer parte dessa história.”

Sobre a guitarra de 7 cordas

A guitarra de 7 cordas é notável por trazer uma corda mais grave, geralmente afinada cinco semitons abaixo da tradicional “mizona”. Além disso, o braço do instrumento é um pouco mais grosso, para acomodar todo o encordoamento.

A sonoridade do Korn esbarra diretamente no uso da corda mais grave. Eles não foram os primeiros no metal a utilizarem o instrumento, já que John Petrucci e o próprio Steve Vai exploraram as possibilidades da 7ª corda em outras ocasiões, mas foram, certamente, os mais famosos.

É possível conferir o Korn usando o instrumento em algumas de suas músicas mais famosas, como ‘Blind’, ‘A.D.I.D.A.S.’, ‘Got the Life’, ‘Freak on a Leash’, ‘Here to Stay’ e ‘Did My Time’.

Curtiu? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email

Deixe o seu comentário

Publicidade

Top 5 da semana

Grátis!

Leia agora, a nova edição da revista Guitarload!

Informação, entrevistas, lançamentos e muito mais!