Fotos: Wikimedia e divulgação

Seriam esses os melhores solos de guitarra do rock nacional? É difícil apontar o que é “melhor” ou “pior”, mas certamente as escolhas da lista a seguir merecem a sua atenção.

O rock brasileiro não é tão conhecido pelos solos de guitarra. Pela sempre constante influência da MPB – ainda que muitos não admitam -, o rock nacional tem um cuidado maior com a construção de acordes e, especialmente, com as letras das músicas.

Por esse motivo, também é raro encontrar baixistas e bateristas mais técnicos entre as bandas mais populares rock nacional. Obviamente, não quer dizer que o cenário não tenha músicos habilidosos, porém, muitos deles se concentram mais em dominar outros talentos.

AInda assim, há uma série de performances instrumentais fantásticas, incluindo grandes solos de guitarra, no rock nacional. Na lista abaixo, a Guitarload destaca 10 passagens incríveis que são capazes de deixar qualquer guitarrista inspirado. Não estão em ordem de “melhor” ou qualquer outra coisa do tipo: são apenas solos em ordem aleatória!

E já sabemos: faltaram muitas outras canções e muitos outros guitarristas fantásticos nessa lista. Então, deixa nos comentários outros solos que poderiam estar no levantamento. Quem sabe essas 10 músicas não viram 20 ou até mais do que isso?

Solos de guitarra do rock nacional

Os Paralamas do Sucesso – ‘Lanterna dos Afogados’

No solo de ‘Lanterna dos Afogados’, Herbert Vianna dá uma verdadeira aula de feeling. A melodia pedia exatamente o solo que ele apresentou: cheio de bends e com algumas notas de destaque que foram deixadas soando no tempo certo.

Engenheiros do Hawaii – ‘Refrão de Bolero’

Augusto Licks deveria ser citado mais vezes entre os maiores guitarristas do rock nacional. O trabalho dele em músicas como ‘Refrão de Bolero’ é fora de série, por estar sempre atento ao que a melodia pede e oferecer tudo com muito feeling.

Barão Vermelho – ‘O Poeta Está Vivo’

O “departamento de guitarra” inteiro de ‘O Poeta Está Vivo’ é muito acima da média. A construção de acordes, que foge do convencional, acaba por desaguar em um solo incrível de Fernando Magalhães, outro guitarrista bastante subestimado do nosso cenário brasileiro.

Charlie Brown Jr. – ‘Não Deixe o Mar te Engolir’

Quando se fala de Charlie Brown Jr., muitos pensam, primeiro, no carismático vocalista Chorão. Depois, no talentoso baixista Champignon. Porém, os demais músicos da banda, de todas as formações, eram muito técnicos. Os solos de ‘Não Deixe o Mar te Engolir’, tocados por Thiago Castanho e Marcão Britto, mostram isso muito bem.

Rita Lee – ‘Ovelha Negra’

Luiz Carlini é um guitarrista fantástico e foi um dos responsáveis, junto dos outros músicos da banda Tutti Frutti, a dar um verdadeiro rosto para a carreira solo de Rita Lee. O trabalho todo do álbum ‘Fruto Proibido’ merece destaque, mas ‘Ovelha Negra’ entra nessa lista por seu solo tão climático e irresistível – um dos melhores solos de guitarra do rock nacional.

Taffo – ‘Me Dê Sua Mão’

Além do solo no final, todo o trabalho de guitarra dessa música sensacional deve ser exaltado. Aqui, o genial e saudoso Wander Taffo começa arrebentando com um lick em tapping, constrói o ambiente com técnica e sabedoria ao longo da canção e conclui com um solo de arrepiar.

Novos Baianos – ‘Mistério do Planeta’

Sabe quando a música é praticamente toda acompanhada por um solo de guitarra? É o caso de ‘Mistério do Planeta’, clássico dos Novos Baianos. As seis cordas de Pepeu Gomes acompanham os vocais e o arrojado groove do restante do instrumental ao longo de toda a canção. Não se trata de um solo: são vários solos compondo a harmonia, claro, com um destaque final para a boa e velha guitarra.

Angra – ‘Carry On’

O músico que teve ou tem banda de metal no Brasil e nunca ouviu “toca ‘Carry On'”, provavelmente, jamais colocou seu grupo em um palco. Essa música é tão clássica para os brasileiros que curtem som pesado que virou o “toca Raul” do segmento. E muito disso vem das guitarras incríveis de Kiko Loureiro e Rafael Bittencourt, com direito a solos de quase um minuto de duração.

Dr. Sin – ‘Isolated’

Fica até difícil escolher qual solo de Edu Ardanuy, um dos maiores guitarristas brasileiros, poderia entrar para essa lista. A opção por ‘Isolated’ foi feita porque o solo traz todos aqueles elementos característicos que repreesntam a identidade de Ardanuy no instrumento. Sensacional.

Sepultura – ‘Inner Self’

Por último, mas não menos importante… o Sepultura sempre focou mais nos riffs do que nos solos de guitarra, mas Andreas Kisser é um músico muito habilidoso. Em ‘Inner Self’, ele desfila técnicas de arpejo e tapping raras de se achar no thrash metal.