Guitarrista Pete Cosey morre aos 68 anos

Pete tocou com lendas como Chuck Berry, Howlin' Wolf e Muddy Waters

O guitarrista Pete Cosey, famoso pelo seu som distorcido que tirava de seu instrumento, morreu no último dia 30 de maio aos 68 anos.

A informação foi divulgada à imprensa internacional neste domingo, dia 10, pela filha do músico, Mariama Cosey. Segundo ela, o guitarrista morreu após complicações em um cirurgia.

Nos anos 1960, Pete Cosey fez parte da banda do icônico estúdio Chess Records e tocou com lendas como Etta James, Chuck Berry, Howlin’ Wolf e Muddy Waters. O guitarrista também trabalhou na gravadora Motown, onde tocou com Four Tops e Marvelettes.

Extremamente criativo, Cosey foi notado por Miles Davis, um dos nomes mais cultuados do jazz, e gravou com o artista “Agharta”, “Pangaea”, “Get Up With It” e “Dark Magus”, álbuns nos quais a experimentação é dominante.

Em 2001, o músico montou um grupo com membros da banda de Miles Davis da década de 1970 e também participou do documentário “The Blues: A Musical Journey”, de Martin Scorsese, lançado em 2003.

Fonte: Band

Curtiu? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email

Deixe o seu comentário

Publicidade

Top 5 da semana

Grátis!

Leia agora, a nova edição da revista Guitarload!

Informação, entrevistas, lançamentos e muito mais!