A importância das válvulas de saída

Especialista Paulo Acedo fala sobre o assunto
As válvulas de saída são as mais importantes na característica de timbre do amplificador. Estão no último estágio de amplificação do circuito antes do alto falante. As mais comuns historicamente usadas em amplificadores de guitarra são:

EL84: baixa potência e timbre limpo médio-agudo; drive bem rasgado nos médios. Famosa no Vox AC30.

6V6: baixa potência e timbre equilibrado; é a “versão menor” da 6L6. Famosa no Fender Princeton.

6L6: alta potência; timbre equilibrado com graves poderosos no limpo. A 6L6 se mistura com o timbre Fender limpo nos aparelhos clássicos de 50w para cima.

EL34: alta potência; equilibrada no limpo e bem rasgada nos médios quando saturada. é a válvula mais rock que existe, famosa nos Marshalls de 50/100w desde a década de 1960; responsável por tudo que a banda AC/DC fez até hoje.

O timbre da válvula é sempre mais marcante quando ela trabalha mais saturada justamente pela maior produção de harmônicos – é aí que a válvula mostra sua cara gerando a distorção harmônica de acordo com a sua característica.

Escolher um determinado amplificador apenas pela válvula de saída nem sempre pode ser uma boa. Escolher pela faixa de potência muitas vezes é mais indicado porque pode-se ter a mesma característica de timbre, mas num aparelho mais compatível com a situação em que se está tocando.

Para receber outras dicas sobre amplificadores valvulados, curta a Fan Page da Acedo Audio.

Curtiu? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email

Deixe o seu comentário

Publicidade

Top 5 da semana

Grátis!

Leia agora, a nova edição da revista Guitarload!

Informação, entrevistas, lançamentos e muito mais!