Kiko Loureiro posando para foto

Recentemente, o guitarrista Kiko Loureiro falou sobre as diferenças do cenário musical atual em relação à época em que iniciou a carreira, dando dicas aos músicos iniciantes.

“Será que eu conseguiria fazer o mesmo caminho? Hoje é bem diferente do passado. Quando comecei, havia pouca gente com quem se comparar, por exemplo. Hoje, você entra na internet e tem muitas informações, um monte de gente fazendo muita coisa legal. Antigamente não existia aquela sensação de que você não é suficiente“, afirma o músico em um vídeo de seu canal no YouTube.

Publicidade

“Portanto, tenha a preocupação de olhar para frente e perceber se você está melhorando ou não. Beba das fontes, mas tente se blindar para não se sentir frustrado, pois sempre vai ter alguém melhor do que você”, diz Kiko.

Conheça diferentes áreas

Outro ponto destacado pelo guitarrista do Megadeth é a possibilidade da interação direta com o fã. “Seus seguidores te ajudam a moldar quem você é como artista. Isso é fantástico. Se eu começasse hoje, iria usar e abusar disso. Hoje você também precisa fazer muito mais coisas. Antes havia gravadoras, grandes estúdios… Se você entrasse nesse esquema, estava feito”.

Para Kiko, atualmente está tudo mais pulverizado. “Você precisa cuidar da sua arte e também saber outras ‘artes adjacentes’, como produzir, gravar e editar vídeos, saber mexer no Photoshop, saber os lances da internet e tal. É preciso também entender do music business. Como você vai apostar seu esforço se você não entende como funciona o mercado? Qual o networking que você vai realizar? Isso é fundamental”, comenta o guitarrista.

Leia: Kiko Loureiro aponta 3 erros básicos dos guitarristas

Aposte em micronicho e superfãs

“Uma coisa bem óbvia para investir é o micronicho. Você tem um estilo de trabalho, então você pode cada vez mais subdividir esse estilo para encontrar uma fatia de público que gosta e está a fim de comprar seu produtos. Isso a gente fez no Angra lá no começo da minha carreira. Se você não está entre os três principais de sua categoria, crie uma nova categoria”, afirma Kiko.

“Se você tiver mil superfãs, aqueles realmente engajados com você, que consomem seus produtos, você já consegue se sustentar e reinvestir em seu trabalho. Assim, você não fica com aquele pensamento de que precisa ter milhões de seguidores e tal”.

Quer ficar por dentro das novidades sobre Kiko Loureiro? Então acesse o site oficial do artista