Matt Bellamy tocando guitarra ao vivo

Líder do Muse, Matt Bellamy recentemente falou sobre o papel que a guitarra exerce no rock da atualidade e no mundo da música em geral.

“Como uma banda de rock nesta década, não há razão para que, do ponto de vista da produção, tenhamos que nos restringir aos instrumentos que fomos ensinados a usar, que são guitarra, baixo e bateria – talvez piano”, diz.

Publicidade

“Outra coisa é que vivemos no mundo da música via streaming, no qual a maioria ouve muitos gêneros diferentes. Não estamos mais em uma época em que as pessoas se identificam puramente com um gênero de música. Agora, as pessoas simplesmente amam a música que amam. Acho isso muito emocionante porque reflete o jeito que eu sempre enxerguei a música”.

Mudanças de abordagem

O artista também comentou uma opinião dada em outra oportunidade – a de que a guitarra não é mais um instrumento para solos, mas para um acompanhamento textural.

“Eu disse isso. Mas, na verdade, eu não me importaria de reformular essa citação. Acho que ter usado a palavra ‘solo’ talvez tenha sido meio enganoso. O único tipo de abordagem que é relevante hoje é a guitarra que é mostrada como sendo uma guitarra. Com isso, quero dizer que a guitarra não é mais ouvida apenas no fundo para criar uma espécie de som tipo pad”, explica Matt.

Leia: Paul Gilbert fala sobre o declínio da guitarra

Relevância

Para o músico, a guitarra ainda tem destaque na música atual, mas com uma diferente concepção. “Nos anos 1990, os power chords eram esse tipo de coisa definidora. Eles eram uma maneira de dizer: ‘Oh, nós somos uma banda de rock’. Já nesta década, a guitarra geralmente não é o som dominante em uma música, mas ainda é um instrumento principal quando caracterizado”.

“Além disso, o gênero rock está mudando, e realmente tem de mudar. Não é mais uma força dominante nas paradas pop. Então acho que encontrar maneiras de incorporar outra instrumentação no Muse tem sido uma espécie de paixão nossa, é algo a que estamos aderindo”, finaliza Matt.

Quer saber mais sobre o Muse? Então visite o site oficial do grupo.