John Petrucci tocando ao vivo

John Petrucci, do Dream Theater, fez uma homenagem ao Rush em recente entrevista, explicando como a banda canadense fez toda a diferença em sua vida.

“O Rush mudou tudo para mim. Sabe, quando a música atinge você de tal maneira, especialmente quando você é jovem e está desenvolvendo seus gostos… O Rush foi essa banda para mim”, revela.

Publicidade

Primeiro show

Petrucci prosseguiu: “Uma das minhas maiores memórias musicais tem a ver com eles, porque o Rush foi o primeiro show a que eu fui. Em 1982, eles estavam na turnê Signals, e marcaram uma apresentação no Nassau Coliseum em Long Island. Eu fui lá, mas peguei um dos piores lugares”.

“Eles estavam muito distantes, mas eu não conseguia acreditar que eu estava no mesmo prédio que a banda que eu escutava por tanto tempo… Como era possível? Eu fiquei impressionado com o show e a produção. Você pode imaginar o impacto que isso teve em mim, eventualmente fazendo disso minha carreira”, completa o guitarrista.

Leia também: John Petrucci: “Eu não ouço novas bandas”

Sobre técnica

No mês passado, John Petrucci falou sobre o aspecto técnico da música do Dream Theater.

“Aqui está todo o lance: sei que muitos ouvintes que apreciam o Dream Theater gostam do aspecto técnico de nossa música, mas o importante é que ela vem de um lugar muito genuíno e natural”, afirmou.

“Antes de assinarmos com uma gravadora ou algo assim, esse era o tipo de música que curtíamos escrever. Nós realmente gostamos, então todos os caras da banda continuaram a se esforçar tecnicamente – e isso é divertido. É como dirigir um carro rápido… É muito divertido fazer música técnica e desafiar um ao outro”, contou Petrucci.

Quer ficar atento às novidades sobre John Petrucci? Então visite o site do guitarrista.