John 5 fala sobre slap na guitarra e sons malucos que tira sem efeitos

A técnica de slap na guitarra não é tão conhecida quanto aquela, clássica, reproduzida no baixo. Um dos grandes guitarristas da atualidade, John 5, falou sobre esse recurso.
Foto: reprodução / YouTube

A técnica de slap na guitarra não é tão conhecida quanto aquela, clássica, reproduzida no baixo. Aliás, a origem do slap vem do instrumento grave, porém, não significa que não possa ser reproduzida nas tradicionais seis cordas.

O método de execução é o mesmo, embora a intensidade seja um pouco diferente, já que as cordas da guitarra são mais finas e agudas que as do baixo. E um dos grandes guitarristas da atualidade, John 5 (Rob Zombie e ex-Marilyn Manson, também em carreira solo), passou a usar slap na guitarra recentemente.

Em entrevista ao podcast Guitar Spark, com transcrição do Ultimate Guitar, John 5 revelou ter usado a técnica em seu álbum solo mais recente, “Invasion”.

“Faço slap na guitarra em todo o disco. Faço em ‘Zoinks!’, na música ‘I Am John 5’, além de ‘I Like The Funk’, então, há muito slap no álbum inteiro”, afirmou ele.

John 5 revelou que conheceu a técnica há pouco tempo e simplesmente adorou. “Acho que é algo divertido e rítmico, bem diferente. Soa bem legal, mas requer muita prática para ficar preciso. Gosto muito, é bem divertido”, disse.

Ainda durante o bate-papo, o guitarrista foi questionado sobre como recriar tantos efeitos e técnicas apresentados em “Invasion” nos shows ao vivo. “Se você analisar músicas como ‘I Am John 5’, estou apenas fazendo aquela rítmica de on/off, então, só uso pedal de distorção”, afirmou.

Ele completa: “Já aquelas sonoridades doidas e coisas com slap, eu também quero reproduzir, e faço com stop-guitar. É isso que será divertido. As pessoas vão aos shows querendo ver como faço e soam como efeitos estranhos, mas, muitas vezes, sou apenas eu tocando guitarra de um jeito específico”.

Tosin Abasi e o slap na guitarra

Tosin Abasi, guitarrista do Animals as Leaders, também falou do slap na guitarra em entrevista concedida em 2018. Abasi é visto como uma das grandes referências desta técnica na atualidade.

“Eu toco um instrumento de cordas. Às vezes tem 6 cordas, às vezes tem 8, mas é por isso que se deve olhar para um baixista e dizer: ‘cara, você está fazendo isso com um instrumento de cordas, me mostre como fazer isso’. Não era como: ‘você toca baixo e isso é técnica de baixo’. É tipo: você tem cordas e trastes, eu tenho cordas e trastes, nós dois temos mãos”, declarou ele, aos risos.

Desta forma, o guitarrista desenvolveu sua técnica com auxílio do baixista Evan Brewer (Entheos), que domina um slap diferente, inspirado no flamenco.

Curtiu? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email

Deixe o seu comentário

Publicidade

Top 5 da semana

Grátis!

Leia agora, a nova edição da revista Guitarload!

Informação, entrevistas, lançamentos e muito mais!