Foto: divulgação

A Fender anunciou uma nova linha da guitarra Broadcaster 70 anos após ter interrompido a produção. O modelo é considerado o antecessor direto da Telecaster, a primeira de corpo sólido a ser produzida em grande escala.

Em 1950, o visionário Leo Fender lançou a Fender Broadcaster original, mas após a produção ter iniciado, a rival Gretsch moveu um processo para impedir que continuasse no mercado. O motivo era um conflito relacionado aos nomes, pois ela já tinha a Broadkaster.

Foto: divulgação

A partir dessa ação, nasceu a Telecaster, que trouxe, praticamente, o mesmo design, sendo aprimorada e ganhando novas versões ao longo dos anos. A Broadcaster que está sendo lançada agora é uma homenagem ao modelo inicial, lá dos anos 1950, também referenciando as edições iniciais da Tele.

O conceito inicial da Fender Broadcaster, aproveitado na Telecaster, foi mantido: uma guitarra “sem frescuras”, que não traz tantos recursos visuais, mas nunca deixa a desejar no som, seja pelo timbre único ou pela versatilidade. Entre os detalhes, estão o braço em formato de “U”, feito em apenas uma peça de maple, com raio de 7,25″ e 21 trastes.

Veja, abaixo, um vídeo da nova Fender Broadcaster:

Há de se destacar, ainda, os captadores Blackguard ’50-’51 com opções de fiação da Telecaster atual ou da Broadcaster original, bem como o corpo em ash e outros detalhes de acabamento em uma pegada bem old school.

A nova Fender Broadcaster chega ao mercado em duas edições limitadas e quatro versões “envelhecidas”. O preço da Standard, incluindo case bordado, é US$ 2 mil (cerca de R$ 10,2 mil, em transação direta e na cotação atual). Mais informações podem ser conferidas diretamente no site do produto, em inglês.

Foto: divulgação