A Fender anunciou suas novidades na NAMM 2020, evento que acontece nos Estados Unidos nesta semana. A empresa confirmou guitarras signature, modelos de visual diferente do clássico, o já especulado retorno da HM Strat e outras novidades no mundo das 6 cordas, além de ukuleles e baixos novos.

Os destaques foram as guitarras signature. São elas: a Tom Morello Soul Power Stratocaster (já antecipada por aqui), a Jim Root Jazzmaster V4 e a Eric Johnson ‘Virginia’ Stratocaster.

As novas guitarras signature da Fender

A Tom Morello Soul Power Stratocaster é de Tom Morello, guitarrista do Rage Against the Machine. Porém, o instrumento presta homenagem à versão que ele usava nos tempos de Audioslave, com o saudoso Chris Cornell.

O modelo é feito com corpo em alder, braço em maple Deep-C, com raio de escala de 9.5-14″ em rosewood e ponte Floyd Rose. Há um captador Seymour Duncan Hot Rails na ponte e outros dois Fender noiseless single coils nas demais posições, bem como um kill switch, tão usado por Tom Morello. O valor é de US$ 1.399.

Pelo mesmo preço, é vendida a Jim Root Jazzmaster V4, de Jim Root, guitarrista do Slipknot. O modelo atualizado traz captação ativa Daemonum EMG, também signature de Root, além de acabamento em Polar White.

Como na original, a guitarra traz apenas um controle de volume, chave seletora de captação com três opções e ponte hardtail.

Com um valor mais alto, de US$ 2.499,00, a Eric Johnson ‘Virginia’ Stratocaster, de Eric Johnson, é uma versão da Stratocaster 1954 do músico, usada em álbuns como ‘Ah Via Musicom’ e ‘Tones’.

O corpo é na rara madeira sassafrás, com fiação personalizada e outros detalhes que ainda não foram divulgados.

Parallel Universe II

A Fender voltou a quebrar sua tradição ao anunciar novas guitarras da linha Parallel Universe. São oito modelos anunciados no total. Veja:

Troublemaker Tele Deluxe Bigsby: captação Humbucker Double Tap, corpo e braço em mogno, ponte com vibrato Adjusto-Matic Bigsby e escala em ébano. Preço: US$ 2.499,99.

Troublemaker Tele Deluxe: todas as especificações da anterior, sem a ponte com vibrato. Preço: US$ 2.399,99.

Strat Jazz Deluxe: corpo de Jazzmaster, braço de Stratocaster. Tampo em maple, braço em rosewood de uma peça só, captação Texas Special inspirada na guitarra de Stevie Ray Vaughan e ponte American Pro Strat. Preço: US$ 2.299,99.

Maverick Dorado: retomando a Custom/Maverick de 1969, essa guitarra tem especificações semelhantes à antiga, como corpo em alder, captação Filter’Tron, ponte com vibrato Adjusto-Matic with Bigsby B50, braço C-shape ao estilo anos 1960 e escala em ébano. Preço: US$ 2.499,99.

Spark-O-Matic Jazzmaster: corpo em 3 partes com núcleo em mogno e outras partes em ash, captação minihumbucker e Seymour Duncan SM-1N e SM-3B, ponte American Professional Jazzmaster, braço em deep C e escala em ébano com raio de 9.5″. Preço: US$ 1.999,99.

Jazz Strat: braço, ponte vibrato e captação de Jazzmaster em uma Stratocaster, com escudo customizado Decoboom Streamline Pinstriped, knobs de alumínio, corpo em alder, escalas em ébano e captação Pure Vintage ’65 single-coils. Preço: US$ 1.999,99.

Tele Mágico: tampo em swamp ash, braço em flame maple, 21 trastes medium-jumbo, dois captadores Fender Gold Foil e escudo Cabronita. Preço: US$ 2.299,99.

Uptown Strat: corpo em mogno de Fiji (mais comum em guitarras Les Paul), captadores humbucker Double Tap, braço em mogno com escalas de raio 9.5″, Synchronized Tremolo System e controles de volume e tone individuais para cada captador. Preço: US$ 1.999,99.

A volta da HM Strat

Conforme antecipado, a Fender HM Strat está de volta em versão atualizada. A guitarra foi produzida originalmente de 1988 a 1992, como resposta da empresa às Superstrats da Jackson e Ibanez.

Com apenas 300 unidades produzidas, ela acompanha uma ponte tremolo Floyd Rose Special (fabricada na Coreia), corpo em basswood, braço superfino com raio de 17″ nas escalas, nas opções de maple ou rosewood.

Características presentes na guitarra antiga, como o humbucker na ponte, 24 trastes, tarraxas Gotoh e mais foram mantidas. Como a sigla HM (“Heavy Metal”) de seu nome indica, a Fender HM Strat é indicada para guitarristas de ramificações do hard rock e heavy metal. Disponível em quatro cores: branca, azul, roda ou amarela.

Foto: divulgação

Outras novidades

Relançamento das guitarras Lead II (com captadores single coils) e III (com humbuckers) para a Player Series;

Baixos Duo-Sonic, Mustang 90, Mustang, e Mustang Bass PJ (da esquerda para a direita na foto – todos a US$ 549, exceto o último, a US$ 649) para a Player Series;

Vários modelos de ukulele, simnulando os instrumentos mais tradicionais da Fender;

Os modelos híbridos Acoustasonic Stratocaster, já antecipados por aqui.

Foto: divulgação