Fotos: divulgação

Mais notícias do AC/DC estão chegando por fontes que não são a banda. Em entrevista à ABC Audio, o vocalista Dee Snider, conhecido por seu trabalho com o Twisted Sister, revelou que o grupo já está com seu novo álbum gravado, mas que adiou o lançamento devido à pandemia do novo coronavírus.

O sucessor de ‘Rock or Bust’ (2014) traz, segundo Snider, uma série de gravações inéditas do guitarrista Malcolm Young, afastado da formação em 2014 e falecido em 2017. Nesta nova entrevista, ele comentou que o material “já foi gravado”, embora não tenha ouvido.

“Não ouvi nada, mas é o AC/DC, cara. Não dá para errar! Quatro acordes e um sonho, baby! É isso”, disse.

Em seguida, o vocalista do Twisted Sister comentou que esse novo disco terá um tom especial, já que deve ser o último do AC/DC. A banda concluiu sua turnê mais recente, em 2016, com uma série de problemas: Axl Rose (Guns N’ Roses) substituiu o vocalista Brian Johnson, com problemas auditivos, enquanto Chris Slade ocupou a vaga de Phil Rudd, que enfrentava acusações judiciais.

Diante de toda aquela situação, o baixista Cliff Williams chegou a anunciar que iria se aposentar da música após aquela turnê. Ao que tudo indica, ele está de volta, junto de Johnson, Rudd e os guitarristas Angus Young e Stevie Young (sobrinho de Angus e Malcolm).

“Será um milagre da tecnologia. O que será conquistado, a reunião da banda que conheceoms para mais um álbum, será algo animador e triste ao mesmo tempo. Nada dura para sempre, mas esse é o último ‘mais uma vez'”, disse.

Especulações e rumores à parte, o AC/DC ainda não se pronunciou sobre um possível novo álbum. Neste mês, a banda celebrou os 40 anos de lançamento de ‘Back in Black’ (1980), primeiro com Brian Johnson no vocal.