Yngwie Malmsteen usou captadores DiMarzio por 20 anos, mesmo sem curtir, por razão inusitada

Músico experimentou diversos modelos da fabricante até mudar para Seymour Duncan
Foto: divulgação

O guitarrista Yngwie Malmsteen usou diversos captadores da fabricante DiMarzio por cerca de 20 anos. O mais curioso é que ele não gostava da captação da empresa.

Por que Malmsteen ficou tanto tempo com os produtos da DiMarzio? Em trecho extraído da sua Studio Masterclass 2021, postado pelo canal de André Adonis, no YouTube, o músico explicou: eram os únicos modelos que não apresentavam ruídos ao tocar.

No trecho em questão, o guitarrista sueco revelou que experimentou muitos modelos de captação do tipo humbucker da DiMarzio, como o Hs1, Hs2 e o Hs3. Sempre em busca do som perfeito, mas nunca o obtendo.

“Eu não gostava do som de nenhum deles, mas a empresa disse que era o melhor que eles podiam fazer. Então acabei usando essa marca por uns 20 anos. Pelo menos eles não apresentavam ruídos”, explicou o guitarrista.

Yngwie Malmsteen, DiMarzio e Seymour Duncan

A insatisfação de Yngwie Malmsteen só teve fim quando outra empresa, a Seymour Duncan, disse que faria “qualquer coisa” para chegar a uma configuração que atendesse todas as necessidades do músico. Dito e feito: nasceu, daí, a parceria com os captadores YJM Fury.

“Eles produziram novos captadores signature para mim, chamados de YJM Fury. Fizeram 39 versões até eu aprovar! São três single coil, um feito para o braço, outro para o meio e outro para a ponte. São incríveis! Eu adoro a maneira como eles soam”, comentou o guitarrista.

Curtiu? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email

Deixe o seu comentário

Publicidade

Top 5 da semana

Grátis!

Leia agora, a nova edição da revista Guitarload!

Informação, entrevistas, lançamentos e muito mais!