Madeira de violão: as curiosas diferenças entre mahogany e rosewood, segundo Paul Davids

Enquanto mahogany é mais indicada para solos, rosewood se sairia melhor no formato de banda
madeira-de-violao

O tipo de madeira que seu violão apresenta é um dos fatores mais determinantes para sua sonoridade. Mas qual seriam as diferenças entre os instrumentos fabricados com mahoganny e rosewood? Confira o vídeo completo no final da matéria

Em um vídeo publicado no seu canal oficial no YouTube, o guitarrista Paul Davids convidou seu amigo Pepjin’t Hart para ajudar a estabelecer as principais diferenças entre esses dois tipos de madeira de violão.

“Estou tocando o mesmo acorde, mas em madeira de violão diferente. Você consegue perceber a diferença? Esse é um tópico polêmico. A mahogany serve ao acorde de maneira muito bonita e na rosewood você consegue ouvir uma nitidez específica. Eu toco muitos solos no violão e por isso acho que a rosewood se acomoda um pouco melhor, mas em um formato de banda, com um cantor junto ou piano, a mahogany se sai melhor”, comentou Paul Davids.

Madeira de violão e suas diferenças

Já Pepjin’t Hart explicou como o tipo de madeira de violão influencia nos tons agudos, graves e médios. “A madeira mahogany tem uma característica de ser boa em tons médios. Tem uma projeção boa e é audível em qualquer circunstância. É mais fácil de ser gravada. Já a rosewood é como um bom vinho, com mais tons graves e agudos e menos médios. É um som mais delicado, com muito som. O alcance e a dinâmica serão maiores”, concluiu.

Curtiu? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email

Top 5 da semana

Grátis!

Leia agora, a nova edição da revista Guitarload!

Os conteúdos mais relevantes para os apaixonados por guitarra em um único lugar. Aproveite, é grátis mas por tempo limitado.