Fotos: Travis Shinn e Michael Mesker / divulgação

Living Colour e Steve Vai confirmaram um show em conjunto no Rock in Rio 2021. A apresentação vai rolar no Palco Sunset do primeiro dia, 24 de setembro.

O ineditismo desta apresentação reunirá os timbres graves dos vocais de Corey Glover somados a riffs precisos da guitarra de Steve Vai – além, claro, dos músicos Vernon Reid (guitarra), Doug Wimbish (baixo) e Will Calhoun (bateria).

#Publi[pro_ad_display_adzone id="21481"]

“Se em uma apresentação única, o Living Colour impressiona com todo o seu solo, imagina quando colocarmos a guitarra de Steve Vai no palco com eles. Não terá para mais ninguém. Será um encontro arrebatador. O público pode esperar algo grande, porque será”, garante Zé Ricardo, diretor artístico do Palco Sunset do Rock in Rio 2021 sobre o show de Living Colour e Steve Vai.

Neste mesmo dia, o Palco Mundo traz Sepultura em uma parceria com a Orquestra Sinfônica Brasileira, em uma apresentação intitulada Sepultura in Concert; além do thrash metal do Megadeth; o metal progressivo do Dream Theater pela primeira vez no evento; e o lendário Iron Maiden. O Rock in Rio acontecerá nos dias 24, 25, 26 e 30 de setembro e 1°, 2 e 3 de outubro, na Cidade do Rock, no Rio de Janeiro.

Living Colour e Steve Vai

Sucesso nas décadas de 1980 e 1990, a banda norte-americana Living Colour volta ao Brasil. Com passagem pelo próprio Palco Sunset, em 2013, quando se apresentou com a superstar Angelique Kidjo, a atração lançou este ano um novo clipe, em um protesto antirracista, com a sua clássica ‘This Is The Life’, do álbum ‘Time’s Up’ – um clássico revisitado até os dias de hoje.

O último disco apresentado pela banda foi ‘Shade’, em 2017, o sexto de estúdio. O álbum ‘Vivid’, em 1988, não apenas marcou a estreia da banda como também foi com ele que o grupo conquistou o mundo e ganhou um Grammy com o single ‘Cult of Personality’.

O guitarrista americano Steve Vai, que também é compositor e produtor, ganhou três vezes o Grammy. Com passagens pelo Rock in Rio, nas edições de 2015 do Brasil e de Las Vegas, Steve iniciou sua carreira profissionalmente aos 18 anos transcrevendo as sequências musicais de Frank Zappa, com quem depois veio a tocar. Aos 12 anos, começou suas aulas com Joe Satriani.

Em 1990, Steve lançou o seu primeiro álbum solo, ‘Passion and Warfare’, após inúmeros trabalhos com bandas como Alcatrazz e Whitesnake e artistas como David Lee Roth e John Lydon.

Em 2001, o cantor fez uma homenagem a cada país por onde passou durante a turnê, ‘The Ultra Zone’, lançando o álbum duplo ao vivo, ‘Alive in na Ultra World’, com faixas inéditas feitas para cada um dos lugares em que se apresentou.