Marty Friedman ou Chris Poland: quem fez solos mais difíceis no Megadeth? Kiko Loureiro responde

Ex-Angra explicou que já era bastante familiarizado com trabalho de Friedman, o que facilitou aprendizado ao entrar para a banda

Dentre os vários guitarristas que já passaram pelo Megadeth, Marty Friedman e Chris Poland certamente são dois dos mais lembrados pelos fãs. Porém, qual deles, na opinião de Kiko Loureiro, escreveu solos mais difíceis para a banda?

O brasileiro, atual colega de Dave Mustaine, explicou que os solos escritos por Chris Poland foram mais difíceis de aprender. O motivo não é apenas técnico: Kiko não era muito familiarizado com o estilo e a técnica de Poland, que integrou o Megadeth entre 1984 e 1987.

“Eu já conhecia a maneira de tocar do Marty Friedman, então já conhecia seus arpejos, fraseados e improvisações”, observou.

De acordo com Kiko, o estilo de tocar de Chris Poland foi como uma “grande descoberta”, uma vez que ele costumava utilizar técnicas mais diferentes na hora dos solos. “Ele utilizava muitas escalas diferentes e um cromatismo que eu não conhecia muito bem”, explicou.

Kiko Loureiro, Marty Friedman, Chris Poland e Megadeth

A reposta de Kiko surgiu em um quadro de perguntas e respostas no seu canal oficial no YouTube. O ex-Angra também comentou que os fãs costumam comparar sua performance no solo de “Tornado of Souls” com a interpretação original de Marty Friedman, que integrou a banda entre 1990 e 2000.

“As pessoas adoram me comparar com o Marty baseado em como tocamos a ‘Tornado of Souls’. Esse solo especificamente é uma grande referência para comparação entre todos os guitarristas do Megadeth, na verdade!”, comentou.

Assista:

Texto por Gustavo Maiato
Edição por Igor Miranda

Curtiu? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email

Deixe o seu comentário

Publicidade

Top 5 da semana

Grátis!

Leia agora, a nova edição da revista Guitarload!

Informação, entrevistas, lançamentos e muito mais!